Polícia & Política

Polícia & Política

sábado, 16 de julho de 2016

Metrópoles divulga Aúdio da propina no GDF


O portal Metropoles.com divulgou o áudio onde o vice-governador Renato Santana, em diálogo com a presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde (SindSaúde), Marli Rodrigues, falam sobre um suposto esquema de propina instalado no GDF. Uma quadrilha estaria desviando recursos da Secretaria de Fazenda destinados à pasta da Saúde.

Fonte: metropoles.com


Ouça o áudio:


domingo, 10 de janeiro de 2016

Programa Pacto pela Vida: Pernambuco teve 13,3% de aumento nos homicídios em 2015

O governador Paulo Câmara tem cobrado mudanças para oxigenar a polícia e garantir melhores resultados

O resultado foi ainda pior do que o esperado. Pernambuco fechou o ano de 2015 com um aumento de 13,3% no número de homicídios em relação a 2014. O índice foi confirmado pelo secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. 

No total, foram registradas 3.891 mortes no Estado no último ano. Foram 457 assassinatos a mais que no ano anterior. Uma grande derrota para o programa de segurança Pacto pela Vida.

Apresentando o pior resultado da história, desde 2007, quando foi criado, o Pacto passa por reformulações e deve ser alvo de grande discussão nesta quinta-feira (07), quando acontece a reunião semanal, na Secretaria de Planejamento. O governador Paulo Câmara tem cobrado mudanças para oxigenar a polícia e garantir melhores resultados, mesmo com a crise.

Nesta semana, 19 comandantes de batalhões da Polícia Militar de Pernambuco foram substituídos. Delegados da Polícia Civil também começaram a ser informados de que serão transferidos para outras delegacias. A ordem é mexer em todos os setores para mobilizar os profissionais e estimular novas ações de combate à violência.

Concurso

Uma das principais promessas desde o início da gestão de Paulo Câmara é o concurso para delegados e para outros cargos da Polícia Civil. O aumento do efetivo é uma das ações para melhoras os resultados do Pacto. Diante da demanda, o edital deve ser lançado nos próximos meses. Estão previstas 100 vagas para delegados, 500 para agentes, 50 para escrivão, 40 para médico legista, 56 para perito criminal, 73 para auxiliar de legista, 96 para auxiliar de perito e 51 para perito papiloscopista.

POR RAPHAEL GUERRA - RONDA JC/FERNANDO FRAZÃO / AGÊNCIA BRASIL - 10/01/2016 

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

CLDF interrompe recesso para votar isenções tributárias


Uma sessão extraordinária marcada para quarta-feira (23), às 10h, vai interromper o recesso legislativo da Câmara Legislativa do DF. Nesta segunda-feira (21), a presidente da CLDF, deputada Celina Leão, vai protocolar requerimento convocando a sessão que tem o objetivo de apreciar o Projeto de Lei 826/2015 que prorroga isenções fiscais para deficientes, igrejas, taxistas, a Universidade de Brasília, entre outros beneficiários. Celina destaca apesar de a sessão ser extraordinária os deputados não terão direito à parcela indenizatória.

De acordo com a presidente da Casa, a interrupção do recesso se deve pelo fato do projeto de lei de autoria do Poder Executivo ter chegado à CLDF às 14h30 de 14 de dezembro, portanto, um dia antes do encerramento do ano legislativo. "Outro ponto que merece esclarecimento é o fato de que estavam tramitando nesta Casa outros projetos de igual relevância, fazendo com que não se tivesse tempo hábil para a discussão e a consequente deliberação plenária da referida proposição", explica a parlamentar.

A aprovação das isenções é um tema de interesse do setor produtivo, assim como de diversas entidades representativas da sociedade que procuraram os distritais com o objetivo de evitar uma injustiça tributária, frente a não prorrogação dos benefícios fiscais de IPTU, TLP, IPVA, ITBI, ITCD, ICMS e ISS.  Para o Executivo a isenção de IPVA na compra de carro zero é a prioridade.   A matéria ainda precisa passar pela Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) e pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Celina Leão alerta que com o cancelamento deste benefício, ocorrerá uma imediata evasão de receita para outros estados que possuem este benefício, como Goiás, Tocantins e Mato Grosso. 


Fonte: ACS gab Celina Leão

sábado, 5 de dezembro de 2015

A política do Velho Oeste

Foto: Internet

Quando o palhaço Tiririca se candidatou a deputado federal, em 2010, seu slogan era “pior do que está não fica”. Com isso, o popular humorista quis dizer que o Congresso já estava de tal maneira degradado que sua participação como parlamentar seria incapaz de piorá-lo. Mas Tiririca estava enganado.

O faroeste em que se transformou Brasília, com a presidente da República, Dilma Rousseff, e o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, comportando-se como num duelo na porta do saloon, foi apenas a mais recente etapa do colapso moral da política brasileira – alguns fazem o diabo, outros são capazes de tudo e algumas das principais autoridades do Executivo e do Legislativo são suspeitas de delitos diversos. Embora vergonhoso, esse comportamento no mais alto escalão da República não causa surpresa.

Ao longo da última década, o País tem visto, com estupefação, a política degringolar em vale-tudo. O poder transformou-se em um fim em si mesmo. Desde que chegou à Presidência, o PT fez do delicado equilíbrio de forças no Congresso uma maçaroca fisiológica e corrupta. O “presidencialismo de coalizão”, em que um presidente sem maioria parlamentar própria é obrigado a fazer alianças com forças políticas muito distintas, passou a ser “presidencialismo de cooptação” – por meio do qual o PT, à custa do assalto aos cofres do Estado e da distribuição desse butim entre seus associados, pretendia governar sozinho, e para sempre. O mensalão e o petrolão são a consequência lógica disso.

Na estratégia petista de enfraquecimento da política para submetê-la aos desígnios do partido, era necessário mobilizar o governo de forma permanente para as eleições. Toda e qualquer medida administrativa ou articulação no Congresso deveria necessariamente visar ao pleito seguinte e todos os recursos disponíveis – legais e ilegais – deveriam ser canalizados para o esforço de campanha. Com isso, o PT pretendia tornar-se imbatível e, com o passar do tempo, cristalizar-se no Estado a tal ponto de se confundir com ele. Num cenário assim, a oposição é necessariamente inimiga do Estado.

Para que esse projeto funcionasse, era preciso “fazer o diabo”, como a própria Dilma declarou certa feita. Não podia haver limites morais e éticos. O mesmo PT que, quando estava na oposição, prometia enforcar o último político fisiológico nas tripas do último empresário corrupto é o mesmo que franqueou a administração pública a diversas quadrilhas, em troca do pedágio que irrigaria os cofres petistas.

Além disso, os governos do PT transformaram a irresponsabilidade fiscal em política de Estado, com evidentes propósitos eleitoreiros. Mais uma vez, todos os que ousassem questionar a gastança eram imediatamente qualificados de demófobos, incapazes de compreender a missão social petista.

Tome-se aleatoriamente qualquer um dos discursos de Lula, na Presidência ou fora dela, nos quais ele acusou “as elites” de sabotar seus projetos redentores, e surgirão abundantes exemplos dessa estratégia perniciosa. Lula chegou a dizer que as “pedaladas fiscais” – graças às quais Dilma pode ser afastada do cargo – foram necessárias “para pagar o Bolsa Família”. Isso significa que, para o chefão petista, um crime se torna algo virtuoso quando é cometido por um governante do partido que obviamente faz tudo com a melhor das intenções e só está interessado nos pobres. Portanto, quem quer que conteste as “pedaladas” e as considere suficientes para embasar um processo de impeachment – punição prevista na Constituição – deve ser qualificado como “golpista”. As pedaladas, diga-se a bem da verdade – que Lula despreza –, não foram usadas para aqueles “nobres fins”.

Foi assim, transformando a política em um jogo de soma zero, aquele em que o triunfo de um se dá necessariamente à custa da aniquilação do outro, que os petistas, julgando-se capazes de tudo e dispensados de dividir o poder, colaboraram decisivamente para o fortalecimento de um Eduardo Cunha – hoje o mais bem acabado exemplo do abastardamento do Congresso, onde o interesse nacional foi sufocado pelos mesquinhos interesses pessoais. Representante de si mesmo, Cunha, tal como se apresenta hoje, é criação da arrogância petista. Agora, que Dilma e o PT o embalem. Todos eles se merecem. Quem não os merece é o povo brasileiro, honesto e trabalhador, que quer vê-los longe da vida pública.


Fonte: O ESTADÃO

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Autoridades do DF reconhecem a importância dos blogs na disseminação da notícia de forma rápida e direta

Secretário de Turismo, Jaime Recena, reconhece a importância dos blogs


Na noite de ontem (12/8), o Secretário de Turismo de Brasília, Jaime Recena, compôs a mesa da cerimônia de lançamento do Portal da Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política – ABBP, na Câmara Legislativa do DF. Na ocasião, estiveram presentes 40 blogueiros, deputados, secretários do Governo de Brasília e o Presidente do Tribunal de Contas do DF, Conselheiro Renato Rainha.

Para Recena, o momento é histórico. “Brasília respira política e com 55 anos já temos um portal de blogueiros na cidade, o que facilita o diálogo franco e direto.  Os blogueiros fazem com que a informação chegue lá na ponta. É com muita felicidade que participo deste momento”. O secretário aproveitou para fazer um apelo aos dirigentes das mídias alternativas: “Nos ajudem a mostrar Brasília como ela é, uma cidade que vai muito além das Esplanada dos Ministérios”, concluiu.

O Presidente da Associação dos Blogueiros, Professor Chico, afirmou que houve uma evolução. “Quando começamos, éramos 20, hoje somos mais de 40 blogueiros e tem uma fila querendo entrar. Fico muito feliz por essa noite cheia de pessoas compromissadas não só com a política, mas, com o DF”, ponderou.

O Presidente do Tribunal de Contas do DF, Renato Rainha, afirmou que através das informações das mídias alternativas o tribunal inicia auditorias e inspeções. “O tribunal quer estar perto dos blogueiros”, finalizou.








ASCOM - SETUR
(61) 3214-2755 / 3214-2703 / 3214-2722
secturdf.imprensa@gmail.com 

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Novas Mídias: Quais São E Para O Que Servem

Fonte: Folha de Brasília

Avanços da tecnologia ao alcance dos dedos, deu voz a muitos, virou fonte de renda para alguns e pretende continuar conquistando espaço, notoriedade e relevância em todos os meios da sociedade.

Desde a época dos pombos-correio até os dias atuais a maneira de se comunicar e de se informar, chegando às notícias de perto e de longe assim como, o alcance dessas interações evolui bastante e hoje, já totalmente inseridos na era da tecnologia surgem cada vez mais novidades virtuais, que conectam todos a tudo. Meios esses, como os blogs (contração no inglês “web log”) que significa, diário de rede e os vlogs (video blogs) uma variante dos próprios blogs porém, nessa versão o contudo principal de comunicação consiste em filmagens. O uso desse tipo de mídia começou discreto, e até desacreditado por volta de 1990, sem grandes incentivos ou pretensões de virem a se tornar como hoje são, uma grande fonte de conhecimento, notícias e informações.

A princípio, esses instrumentos eram usados como uma forma pessoal de comunicação de uma ou mais pessoas com o mundo, com temas geralmente de foro íntimo e particular compartilhando acontecimentos cotidianos, tal qual um diário. E só com o passar do tempo é que se pôde mensurar a força e a capacidade desse tipo de ferramenta, dados mostram que em 1999 eram menos de 50 e já no final do ano seguinte a estimativa era de poucos milhares, mas cerca de três anos depois os números saltaram para algo em torno de 3 milhões, e recentemente dados dão conta de que já são 112 milhões, sendo criados 120 mil novos blogs a cada dia. Hoje é chamada de mídia alternativa e até de mídia livre devido a alguns deles abordarem assuntos importantes da atualidade porém, também polêmicos, e acabarem por ser os blogueiros, desvinculados de governos e conveniências outras, os que tem a iniciativa e uma maior liberdade de mencionar tais questões que a maioria evita. E isso também geralmente se dá, pelo caráter ao mesmo tempo público no acesso e particular nas publicações que essas páginas, do tipo blogs e vlogs tem.

Atualmente os blogs e vlogs que fazem maior sucesso seguem um padrão básico, são direcionados a públicos específicos, chegando a serem especializados em um assunto, que pode variar de culinária, turismo e moda, à política, ciência e religião. Bem mais refinados, quase todos com um tom jornalístico, dando uma notoriedade e seriedade crescente aos conteúdos e seus idealizadores, há os que de fato são totalmente voltados à reportagens inclusive vindo a transforma-se em portais de notícias (sites) a medida que as visualizações aumentam. Com isso, tanto blogs quanto vlogs e alguns outros tipos de mídias digitais de compartilhamento de conteúdo, seja de informação, fotos, videos e até música, ultrapassaram os limites do lazer e se tornaram verdadeiros e rentáveis negócios. Com ganhos financeiros reais, há quem use essas ferramentas para projeção própria, publicidade de produtos e até como sua vocação e ofício principal.

Um desses blogs de grande visibilidade é o blog de Política local e nacional do Professor Francisco de Paula, o Professor Chico como é mais conhecido, que além de blogueiro e professor universitário é também formado em Jornalismo. Em entrevista, disse que o blogueiro ainda não é reconhecido como trabalhador pela sociedade, pois é visto com um pouco de desconfiança, principal em sua área, a de política e acredita que por isso também, não tenha ainda se tornado uma profissão regulamentada, mas afirma que: “Àqueles que desejam essa conquista devem ir produzindo seus conteúdos com seriedade dentro do seguimento para o qual são voltados, seja ele de política, moda, cultura ou qualquer um outro. Pois desse modo, esse instrumento acaba se tornando uma referência nos meios de comunicação alcançando o respeito da sociedade como um todo”.

Uma outra forma de oficializar e a cada dia ir estabelecendo a formalização desse trabalho, como profissão no âmbito de reconhecimento social, é a de com responsabilidade e equilíbrio cada vez mais os idealizadores e donos de vlogs e blogs se organizem em associações como a (ABBP) Associação Brasiliense dos Blogueiros de Política a qual o professor Chico é Fundador Presidente. Já a nível de reconhecimento jurídico como relatou, existe por parte do Governo Federal o (MEI) Microempreendedor Individual onde o blogueiro pode se tornar um microempreendedor, registrando o blog ao qual criou no Ministério da Fazendo, obtendo um CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica) e assim, transformando sua página em uma “empresinha”, podendo arrecadar até 60 mil reais por ano, livre de vários impostos pagando R$ 44,20 por mês. Um grande passo em direção a solidez desse setor, foi a conquista da criação de um dia reservado a comemorar a atividade que desempenham. Sim, eles tem uma data que os contemplam, dia 7 de Junho é oficialmente no Distrito Federal o DIA DO BLOGUEIRO.

Por, Aline Diniz
Colunista da Folha de Brasília
aline@folhadebrasilia.com

quinta-feira, 23 de julho de 2015

PM apura revisão anual de viaturas do DF por R$ 19 mil; são 378 carros

Contrato de setembro era de R$ 5,8 milhões e teve aditivo de R$ 1,4 milhão. Carros são do tipo Pajero, do ano de 2012; MP também apura o caso.


Do G1 DF

Portaria publicada no Diário Oficial do DF com a abertura do processo administrativo (Foto: Reprodução)

A Polícia Militar do Distrito Federal investiga um contrato de mais de R$ 7,2 milhões para manutenção de 378 carros da corporação no período de um ano. O acordo foi assinado em setembro do ano passado com orçamento de R$ 5,8 milhões para consertos de um modelo específico de viaturas. Quatro meses depois houve aditivo de R$ 1,4 milhão ao contrato original. Não foi informado se há limitação na quantidade de revisões. O Ministério Público também apura o caso.

Com base nisso, a manutenção de cada uma das 378 viaturas, do tipo Pajero, do ano de 2012, custaria R$ 19,1 mil. O comando da PM decidiu, então, investigar os números e apurar se houve prejuízo aos cofres públicos. Em nota, a corporação afirmou que, se encontrar irregularidades, vai responsabilizar os envolvidos.

Os carros são a diesel e com tração nas quatro rodas. A oficina contrada é a Guilherme Veículos, no Guará 2. A TV Globo apurou que a oficina teve autorização de uso de área pública revogada pela Administração Regional do Guará em dezembro do ano passado.

O vice-governador e administrador do Guará, Renato Santana, afirmou que no ano passado a oficina foi objeto de uma ação do Ministério Público pedindo o cancelamento da licença do estabelecimento. "Aquela região é uma região que tem um zoneamento que não permite esse tipo de atividade. Algumas dessas oficinas, inclusive essa, ocupa indevidamente a área pública."

O dono da oficina, Guilherme Rezende, disse que tem uma autorização para funcionar, conseguida por meio de uma liminar. Sobre o valor do contrato, ele explicou que as viaturas ficaram cerca de dez meses sem manutenção, por causa do processo de licitação que envolveu uma ação judicial entre as empresas concorrentes. Ele afirma ainda que enviou as notas fiscais de todas as peças que foram trocadas e que, até o final do contrato, não deve haver mais nenhum aditivo.

"Encaminhei um relatório para o departamento de patrimônio e manutenção de transporte da Polícia Militar mostrando todos os gastos, carro a carro, item a item, especificando, inclusive teve uma economia de 32% no contrato."